Notícias  » Geral

Passeio e caneco imzetista!

           

Noal, o bestial, anota três, IMZT atropela Meganejo e sagra-se novo campeão da US Cup
A US Cup conheceria o seu novo campeão. Dono da melhor campanha – único 100% de aproveitamento –, o Meganejo não era apontado como grande favorito nas casas de apostas. Do outro lado, o experiente IMZT buscava aumentar a sua coleção de troféus dentro do Chuteira de Ouro. O duelo pessoal entre Lizar vs Noal era bastante esperado, já que, além da artilharia do certame, o prêmio de MVP também estava em jogo. No final das contas, quem sorriu foi o camisa 30 imzetista, que abocanhou tudo, não deixou para os outros, anotou três tentos na goleada por 8 x 3 e ajudou os nerazzurris a levantar mais um caneco.
 
Dono do melhor ataque do torneio, o Meganejo quis testar a defesa menos vazada e Giulio rolou para Lizar arriscar da quadra defensiva. Bola sobre a meta e reposição para Sorin. O IMZT respondeu rapidamente e Chiaroni rolou para Noal disputar a posse com Torre, giro no defensor e tiro prensado. O lance seguiu com o escanteio cobrado pelo camisa 10 na ponta esquerda, Andrey desviou na primeira trave e a redonda atravessou a área, sobra de Noal na direita, domínio, clareada para o meio e passe certeiro para o 14 imzetista ter o trabalho de empurrar para o gol vazio. Placar inaugurado com 1 minuto de partida! 1 x 0!
 
A equipe preto/azul estava com vontade de ampliar! Passe de Kadú para Gigli, Lizar ficou na saudade, Noal recebeu o presente e preparou mais um tiro, mas Tutts voou no canto direito para fazer bela defesa. O Meganejo saiu da sua zona defensiva e resolveu dar sustos no seu oponente. Victor deixou um, dois defensores nerazzurris na saudade, caminho livre pela esquerda, tapa rasteiro e Sorín colocou para corner. O lance seguiu, bola alçada no meio do pagode imzetista, Torre subiu no 5º andar para cabecear, mas outra vez o guarda-redes 22 interceptou à queima-roupa. DEFESÃO!
 
Aos 7 minutos, Andrey iniciou a trama na quadra defensiva, Gigli recebeu o passe e enfiou para Chiaroni dominar, girar contra Lizar e acertar uma cacetada de canhota no canto esquerdo de Tutts. Com muita tranquilidade, o IMZT ampliava sua vantagem, enquanto o Meganejo parecia que tinha depositado toda sua energia na semifinal, quando tinha goleado o Pervas. 2 x 0!
 
O tempo pedido pela turma azul claro não surtiu efeito e o passe de Chiaroni deixou a defesa adversária desnorteada. Noal queria deixar sua marca, mas Tutts executou uma DEFESAÇA no canto direito e bola para fora! O Mega tentava alguma esperança na dupla Victor & Lizar, destaques na última semifinal, porém, o camisa 8 isolou a redonda, a ponto de ela cruzar os céus até agora. Realmente não era o dia do melhor ataque do torneio.
 
O IMZT estava confortável na partida e muito mais perto do terceiro tento do que o Meganejo de descontar. Reposição de Sorín para Lehh disparar na direita. Um defensor ficou na saudade, porém, na hora de tirar a nota máxima, adiantou demais e dividiu com Tutts. A resposta adversária também saiu das mãos do seu arqueiro, Vini acionou Torre na direita, bomba em diagonal e a redonda tirou tinta da trave direita.
 
As duas equipes seguiram trocando golpes e o tiro de Rayan obrigou Tutts a trabalhar ao espalmar sobre sua meta. A resposta meganeja veio no cruzamento de Victor: Lizar tentou aumentar sua artilharia ao desviar de cabeça, mas Sorín interceptou à queima-roupa. Outro DEFESÃO! Réplica imzetista, Cadamuro ajeitou, Lucas Abdulla preparou e devolveu ao camisa 11 disparar o míssil no canto direito para nova interceptação do arqueiro amarelo. A tréplica azul claro veio no vacilo de Arthur. Lizar ganhou a disputa com Gigli, Daccache pegou de primeira e Sorín executou uma DEFESAÇA de cinema. O lance seguiu, escanteio cobrado por Fantin na direita, Torre desviou na primeira trave e não deu chance ao guarda-redes imzetista. Olha o Meganejo querendo ameaçar aos 21 minutos de partida! 2 x 1!
 
A alegria meganeja durou pouco. Aos 24, Chiaroni cobrou escanteio pelo lado esquerdo, bola no primeiro pau, domínio e tiro fatal de Noal. Depois de tanto insistir, enfim o camisa 30 deixou sua marca. Gol 10 do pivô imzetista! 3 x 1! O IMZT teve outras duas chances de aumentar o seu score nas conclusões de Noal e Chiaroni, mas ambas foram erradas, passando perto da meta de Tutts. Fim da etapa inicial!

Bola rolando para o segundo tempo e o IMZT começava a poupar energias, enquanto o Meganejo batia cabeça para encontrar alguma forma de furar a defesa nerazzurri. Partida tranquila, e quando a turma de Abdulla quis imprimir o ritmo, foi fatal. Kadú e Gigli foram tabelando até a entrada da área adversária, assistência do 15 imzetista para o #12, colado ao poste direito, precisou apenas empurrar. Noal bem que tentou “tirar” o tento do coleguinha, mas a redonda já estava dentro do balaio. 4 x 1!
 
O Meganejo descontou aos 6 minutos com o tiro de André esbarrando em Andrey, a sobra ficou com Torre, dentro da área, fuzilar Sorín e o melão parou no canto esquerdo. Diferença voltando para dois tentos. Será que teremos um jogão pela frente? 4 x 2!
 
Para quem esperava um abafa, um bumba meu boi, esperou sentado. O Meganejo não encontrava forças para reagir. O tempo foi passando, a partida diminuiu o seu ritmo e se ambos dessem as mãos encerrando a peleja seria um grande negócio. Nesse meio tempo teve cartão amarelo para Tutts, Fantin improvisado na meta por dois minutos, ninguém criando chances de perigo e Lizar pouco inspirado pelo lado do Mega, a ponto de mandar um canudo para lua. Com 16 jogados, Abdulla cobrou lateral da direita, Lehh recebeu e deu um chapelaço em Daccache, não esperou a bola cair e mandou uma traulitada no meio do gol. Um verdadeiro golaço para coroar o quase título do IMZT! GOLÃO! 5 x 2!
 
Até o apito final, a rede balançaria outras quatro vezes. Aos 22, Abdulla lançou Chiaroni, que deixou Lizar falando sozinho e dividiu com Tutts. Reposição rápida, Daccache ligou Fantin na esquerda, bomba com GPS, em diagonal, sem chance para Sorín operar novo milagre e o Meganejo fazia 5 x 3! No entanto, nem deu tempo para respirar e pressionar o oponente. Noal recebeu de costas, fez a parede e rolou para Chiaroni mandar uma sapatada, que tinha direção certa, porém, o calcanhar de Abdulla estava no lugar certo, desviou a trajetória e deixou Tutts perdido. Bola no canto direito e o título era questão de minutos! 6 x 3!
 
Participativo e com bom aproveitamento nos passes, Noal queria mais. Ele buscava a artilharia, que até os 26 minutos estava empatado com Lizar (10 tentos para cada). Arthur levantou para o meio da galera e o 30 imzetista se antecipou aos defensores para marcar o seu 11º gol no torneio. 7 x 3! Para fechar os trabalhos, Rayan afastou o melão na quadra defensiva, Gigli desviou e a besta loira teve quadra livre para se consagrar, tabelinha com o colega que veste a 12, e conclusão praticamente sem goleiro. Fim de papo, IMZT campeão! 8 x 3!
 
O IMZT entrou no hall dos campeões da US Cup, que tem o tricampeão Acidus, o bicampeão Morada Choque, além de The Veras, Basicus, Mulekinhos e Fúria Futebol Moleque. Em seis partidas, cinco vitórias e um empate, 3º melhor ataque (28 gols) e 2ª defesa menos vazada (10). Individualmente, a equipe fez barba, cabelo e bigode com Sorín levando o prêmio de MVG, enquanto Noal abocanhou a artilharia e MVP do torneio (recebendo os prêmios de seu rival, Lizar, por sinal - vide foto). Na Série Prata é um dos candidatos a fazer um bom papel, subir será outra história. Ao Meganejo, time fundado há poucos meses, participar da próxima Copa Estrelato para garantir uma boa experiência será fundamental para galgar novas divisões dentro do Chuteira.
Ficha técnica
 
Meganejo 3 x 8 IMZT – Final do X US Cup
 
Gols: Torre (2) e Fantin (M); Andrey, Noal (3), Chiaroni, Gigli, Lehh e Lucas Abdulia (IMZT)
 
Cartões Amarelos: Tutts e Lizar (M)
 
Cartão Vermelho: Lizar (M)
 
 
PREMIAÇÃO INDIVIDUAL
 
Artilheiro: Noal (IMZT)
 
MVP: Noal (IMZT)
 
Melhor Goleiro: Sorín (IMZT)

Comentários

Total (0)