Notícias  » Jogos

Fora de Série sofre para bater Mercenários remendado

       

Com um jogador a menos, equipe mercenária segurou como pode o empate, mas sucumbiu no segundo tempo
O Mercenários largou a toalha. O time está na Série Prata em 2015 e não alimenta esperanças. Ao fim do duelo diante do Fora de Série, em que o time teve um jogador a menos o tempo todo e foi guerreiro a ponto de segurar o empate por mais de meia hora, a direção da equipe não escondia a frustração do planejamento mal feito e falava até em WO nas próximas rodadas.
 
Em campo, ciente dos problemas do adversário, que tinha seu melhor jogador, Túlio, improvisado no gol, o Fora de Série partiu logo para cima querendo decidir e, quem sabe, fazer saldo de gols. O primeiro quase saiu com Rezende, que recebeu na direita e bateu por cima da meta. O Mercenários, mesmo sem nenhum suplente, lutava bravamente diante de um completo FDS. O goleiro linha Túlio resolveu driblar todo mundo e ir para o ataque deixando o gol vazio. A sorte do arqueiro foi que o Fora não teve velocidade o suficiente para aproveitar a bobeira.
 
Aos 5 minutos, Cunha dividiu com Túlio, que levou a melhor no lance. No lance seguinte, Caio arriscou da ponta esquerda por cima do gol. O Fora era absoluto no jogo, não deixando o Mercenários sequer passar do meio de quadra. Aos 14 minutos, Rezende arriscou do meio da rua e quase surpreendeu Túlio, que conseguiu fazer a defesa com tranquilidade. Aos 17 minutos, Cabeça recebeu na área e dividiu com Túlio, que mais uma vez se deu bem no lance.
 
O Mercenários finalmente criou sua primeira chance de gol no jogo. Aos 19 minutos, Bruninho arrancou pelo meio, completamente livre, e acabou chutando em cima de Ramon, que saiu bem no lance. O Fora respondeu imediatamente com Masson, que recebeu na direita e acabou chutando completamente torto. No lance seguinte, Rica isolou a pelota após receber na entrada da área. A última chance do primeiro tempo acabou sendo do Mercenários, com Thiago, que recebeu na entrada da área e acabou chutando por cima do gol.
 
O Mercenários havia resistido bravamente no primeiro tempo, a ponto de o nervosismo tomar conta dos jogadores adversários, que reclamavam do tempo dado na etapa inicial. Sinal que as coisas não andavam nada bem para os celestiais de Deco. Porém, o jogo teria mais 25 minutos, e seriam mais 25 minutos que o Mercenários teria de correr por um a mais.
 
O Fora voltou com tudo, cedendo espaços para o Mercenários contra-atacar. Aos 2 minutos, Eric arriscou de longe, mas longe do gol. O Fora respondeu com Caio, que, após chute de Cunha de longe, aproveitou o rebote para inaugurar o placar. 1 x 0.
 
O Fora quase fez o segundo com Cabeça, que acabou mandando à direita do gol. O Mercenários se lançou ao ataque e conseguiu um pênalti, cometido por Rezende. Diego Adão foi para a cobrança e bateu no meio para deixar tudo igual. 1 x 1. No lance seguinte, Caniggia arriscou de longe e Túlio aceitou o convite. 2 x 1. A equipe mercenária não se abateu e continuou em cima do adversário, que cada vez recuava mais em quadra.
 
Aos 15 minutos, Bruninho cobrou falta e parou em Ramon. O Fora respondeu com Zigo, que recebeu na área e carimbou Túlio, que estava bem posicionado no lance. O Mercenários começou a sentir a fadiga de correr sem substituições e acabou levando o terceiro aos 21 minutos. Cunha pegou um cruzamento da esquerda e bateu de canhota para decretar mais uma vitória do Fora, 3 x 1.
 
Ficha técnica

Fora de Série 3 x 1 Mercenários – 7ª rodada do XVIII Chuteira de Ouro

Gols: Caniggia, Caio e Cunha (FdS); Diego Adão (M)

Cartão amarelo: Bruninho (M); Caniggia, Caio, Sega e Rezende (FdS)

MVPs: 1 – Caio (Fora de Série); 2 – Diego Adão (Mercenários); 3 – Caniggia (Fora de Série)  

Comentários

Total (0)