Notícias  » Jogos

Baile dos leleks

       

Mulekes faz valer favoritismo e despacha Fora de Série
O Mulekes pôs fim à jornada do Fora de Série com uma goleada por 6 x 1 no último sábado. Conquistado sem maiores sustos, o ótimo resultado credencia a equipe para a semifinal contra o arquirrival Nois Que Soma, naquela que pode ser considerada a final antecipada da Ouro.
 
Leco duas vezes, Caique, Vitinho e Rafinha marcaram para a mulekada, além de Gian, que distribuiu assistências durante a partida. Já o Fora bem que conseguiu jogar de igual para igual na primeira etapa - quando até saiu na frente -, mas não teve força para segurar o futebol total dos adversários no segundo tempo.
 
O time de Masson e Jhoni entrou em quadra com uniforme e numeração diferentes do usual, além do artilheiro Juliano no banco. Enquanto o time tinha boas opções para a reserva, o Mulekes chegava com elenco bem mais reduzido. Considerando o calor, o número de jogadores poderia ser um problema.
 
Após 4 minutos de trocas de passes o primeiro gol saiu: Ranny fez lançamento para a quadra de ataque e Jhoni antecipou bem pela direita, matando o marcador. Daí foi puxar para dentro e bater rasteiro para vencer Gabriel e marcar o primeiro: 1 x 0, eu acredito!
 
Até aí o Mulekes mal havia pegado na bola. As coisa melhoraram aos poucos e não demorou muito até Vitinho dar o primeiro chute de perigo, afastado por Ramon. Depois foi a vez de Pipo batendo falta: a bomba do xerife parou no travessão.
 
Rezende, Ranny e Chico seguiram segurando os rivais cada vez mais perigosos. Agora, após infração de Jhoni, foi a vez de Vitinho enfiar o pé em cobrança de falta e assustar o azulão. Já com a bola rolando quem levava mais perigo era Leco. Aos 13, o camisa 9 empataria a parada.
 
O gol da igualdade veio depois de bela trama do Mulekes que acabou com VB enfiando para Leco nas costas da zaga: o artilheiro só teve que tirar do goleiro com um toque esperto. 1 x 1! Como é cada vez mais comum entre as equipes do Chuteira, o golpe sofrido veio em dose dupla. No lance seguinte, a virada.
 
Dessa vez foi uma bola mal passada perto do meio de quadra que custou caro ao FDS. A falha na retaguarda permitiu que Gian jogasse na área rasteiro, onde Caique apareceu para completar e virar. 2 x 1! A partir daí as coisas ficariam muito difíceis para o Forão e nem a entrada de Juliano ajudou muito. O time tentou se achar, mas a posse da bola e do jogo já era do adversário. Se não fosse por Chico, Gian teria marcado o terceiro ainda na primeira etapa.
 
A segunda etapa veio e o cenário seguiu inalterado, com o Fora de Série passando dificuldades na criação. Já o Mulekes pode lamentar amarelo de Vitinho após chegada em Jhoni. Com esse cartão, um dos pilares da equipe fica de fora da semifinal com clima de decisão do próximo final de semana.
 
O terceiro gol muleke veio aos 5, desta vez dos pés do craque. Leco começou a jogada e trabalhou com Caique, que ajeitou para Gian bater firme e rasteiro. Caique ainda contribuiu com corta-luz que atrapalhou mais ainda a vida de Davi, vendido. A bola entrou e o Fora desanimou de vez. 3 x 1!
 
Era o golpe duplo do Mulekes mais uma vez: mal o Fora se recuperara do terceiro e o quarto já veio. Desta vez foi Martinez quem disparou na lateral direita e cruzou na medida para Leco marcar o segundo dele. 4 x 1! Neste caso o Fora reclamou bastante de falta em Ranny no lance que originou a jogada (o camisa 14 ainda estava caído quando o gol saiu).
 
O clima quase esquentou durante a parada feita na sequência, e a saída encontrada pela juizada foi amarelar o goleiro Gabriel pelo lado do Mulekes e Jhoni no Fora. Ao ficar 2 minutos Fora o camisa 20 impediu que o trio de ataque ideal celeste (ele mais os sumidos Masson e Juliano) ficasse em quadra junto por mais tempo. Durante quase toda a partida a opção de Dacal foi deixar pelo menos um dos três de fora, reduzindo o poder de fogo do time.
 
Em seu primeiro chute a gol, Juliano parou em Gabriel. Cobrando falta, Masson jogou por cima do travessão. Também em bola parada Digão ficou na barreira. O Fora precisava de três gols para a prorrogação e o relógio não colaborava. Nem Pipo, que não deixava Masson respirar.
Faltava pouco mais de 5 para o fim quando Gian recebeu, dominou de costas para o gol e teve a calma de esperar Vitinho passar antes de fazer o passe para o camisa 5, que entrou na área e marcou o quinto. 5 x 1! Jhoni e Juliano insistiram nos minutos finais, mas nada surtia efeito. Já do lado do Mulekes, por incrível que pareça, havia cobrança, sobretudo da parte de Kiko, que queria mais. O pedido do goleiro foi atendido após novo cochilo da zaga azul, que facilitou para Gian. O maestro só rolou para Rafinha deixar o dele e fechar a conta.
 
Mais uma derrota do Fora de Série nas quartas, mais uma vitória segura do Mulekes. É quase unânime que o time é o único capaz de bater de frente com o campeão Nois Que Soma, classificado para as semi mesmo após atuação apenas regular ante o Arouca nas quartas (o gol veio na prorrogação). Segundo ‘Tio’ Caetano, os desfalques vão pesar contra a mulekada, que deve ficar sem seis jogadores entre suspensos, machucados e viajantes. Pior para eles, porque tem uma galera aí que não vai perder esse jogo por nada.
 
Ficha técnica
 
Mulekes 6 x 1 Fora de Série - Quartas de final do XXIV Chuteira de Ouro
 
Gols: Leco (2), Caique, Gian, Vitinho e Rafinha (M); Jhoni (FDS)
 
Cartões amarelos: Gabriel e Vitinho (M); Jhoni (FDS)
 
MVPs: 1 - Gian (Mulekes); 2 - Leco (Mulekes); 3 - Vitinho (Mulekes)

Comentários

Total (0)