Notícias  » Jogos

GALO FORTE VINGADOR

       

Sexta-Feira supera limites e bate GW
Na rinha em que foi o duelo entre Sexta-Feira e GW Altino, melhor para os mandantes, que venceram pelo apertado placar de 4 x 3, garantindo assim seu primeiro triunfo no torneio. Patrick e Giovanni foram os destaques de seus times, com dois cada. Sexta-Feira e GW Altino entraram em quadra com um objetivo em comum: a vitória. Por isso, os amarelos entraram em busca de um lugar ao sol, já que vinham de derrota, enquanto os alvicelestes queriam a segunda vitória para não deixarem os líderes Panela e Loloverpool se perderem de vista.
 
Logo no início, o GW quis impor respeito e partiu para cima. Léo roubou a bola dos adversários no centro da quadra e foi correndo em diagonal, quando chegou na quina direita da área, mandou uma bomba, só que faltou pontaria, para fora. Em resposta, os galináceos foram tocando de pé em pé, até Saraiva perder um gol incrível na entrada da área! Vagneuer antecipou o lance e ficou com a bola!
 
O ritmo era alucinante, mal um time perdia a posse da redonda no ataque, o outro já armava o contragolpe. Num desses, Rada disparou em velocidade pela esquerda e centrou para a chegada de Saraiva, que só teve o trabalho de escorar para o gol. 1 x 0! Em uma nova tentativa, Saraiva escapou de seus adversários e, da entrada da área, arrematou forte no canto direito. Vagneuer mergulhou e evitou que a bola entrasse. Pouco depois, Guiga ultrapassou seus marcadores na direita e cruzou para o centro, Oswaldinho chegou de surpresa e escorou no canto direito! 1 x 1!
 
O jogo continuou e, em jogada individual, Saraiva correu pela direita e chutou cruzado, mas Vagneuer fez uma espetacular defesa, espalmando para a linha de fundo! Logo depois, Mica conduziu pela esquerda e deixou Guguinha completamente livre para pôr seu time em vantagem, mas ao invés de chutar para o gol, mandou para fora!
 
Já perto do fim, Oswaldinho cruzou do lado direito e a bola passou por todo mundo. Ronny não deu fé no lance, mas quem estava lá para conferir foi Giovanni, que mergulhou de peixinho, mandando a bola para o fundo do mar, isto é, da rede. 2 x 1! A partida já caminhava para o final da primeira etapa, e este era um momento em que os jogadores do GW já começavam a se acomodar, pois haviam virado o marcador e só aguardavam o trilar do apito da arbitragem. Só que isso não estava nos planos dos galináceos. Numa bem tramada jogada de contra-ataque, Falcone disparou como um raio pela esquerda, atraindo a marcação, até que soltou a bola no centro. Patrick apareceu rápido como uma bala e fuzilou o canto esquerdo de Vagneuer, deixando tudo igual. 2 x 2!
 
O gol foi um balde de água fria nos atletas do GW. É bem verdade que já não dava tempo para mais nada, pois a arbitragem encerrou o primeiro tempo logo após o tento, mas era visível a diferença no semblante de ambas as equipes. Se de um lado os amarelos estavam verdes de felicidade, os alvicelestes estavam turvos de decepção. Seja como for, erguer a cabeça era a palavra de ordem, o segundo tempo não tardaria e ainda havia muita bola pela frente, afinal, o jogo estava igual, sem vantagens para qualquer um dos lados.
 
As primeiras ações foram justamente do GW depois de muita disputa pelo domínio do centro da quadra. Vini arriscou um chute frontal em cobrança de falta, a bola passou pela barreira, mas não por Ronny, que ficou com ela. Em seguida, Guiga testou os reflexos de Ronny, que executou a defesa de segurança, espalmando para a frente.
Em nova tentativa, Guh apostou num canudaço de muito longe, a bola passou por Ronny e, quando achava-se que ela ia entrar, Rada milagrosamente salvou em cima da linha fatal! Quase!
 
E Guh estava mesmo disposto a furar a rede. O camisa 17 mandou uma bomba de perto do escanteio esquerdo, a bola foi com muito veneno. Ronny mostrou reflexos de águia para ir buscar. Só bem depois que o Sexta-Feira foi-se lembrar que poderia atacar. Saraiva arrancou pela esquerda e bateu cruzado, no entanto, Rafa, que substituiu Vagneuer, foi ao encontro da bola e defendeu com os joelhos.
 
O lance seguinte foi para lá de inusitado. Rafa, empolgado com sua atuação, resolveu executar uma defesa plástica. Após escanteio cobrado, o goleiro interceptou a bola e a espalmou para cima, fazendo uma acrobacia sem qualquer necessidade, pois não foi uma defesa milagrosa. Quando a bola desceu, o arqueiro estava caído, de costas para a quadra. A pelota foi aos pés de Charles, neste momento, todos do GW gritaram “a bola vai entrar, a bola vai entrar”, e o arqueiro ainda caído no chão. O camisa 33 chutou fraco, e a bola mansamente foi para a rede que, aí sim, Rafa a viu em sua frente. 3 x 2!
 
Momentos depois, Rafa abandonou a meta e tentou sair com a bola, mas perdeu para Charles, que tentou encobri-lo, só que a bola chocou-se no travessão. Na volta, a bola acabou indo ao encontro de Giovanni, que puxou da esquerda para o centro e bateu no contrapé de Ronny, empatando mais uma vez, que golaço. 3 x 3! Numa partida como essa, piscar já seria um ato temerário, e já sabendo disso, Saraiva deu o último fôlego. O camisa 23 disparou pela esquerda e centrou para Patrick, que levou para o lado esquerdo e bateu do lado contrário, enganando a Rafa! Que gol de placa! 4 x 3! Vitória assegurada.
 
Ficha técnica
 
Sexta-Feira 4 x 3 GW Altino – 2ª rodada do XII Chuteira 5
 
Gols: Patrick (2), Saraiva e Charles (SF); Giovanni (2) e Oswaldinho (GWA)
 
Cartões amarelos: Saraiva (SF); Diego (GWA)
 
MVPs: 1 – Patrick (Sexta-Feira); 2 – Giovanni (GW Altino); 3 - Saraiva (Sexta-Feira)

Comentários

Total (0)