Notícias  » Jogos

HOJE NÃO... HOJE SIM!

       

Maestria tropeça no Real Migué e se vê ultrapassado por Unidos
Após descansar na última rodada, a molecada do Maestria entrou em quadra com fome de bola. Mesmo sem Charbel e Papinha, que já roubaram a cena em outros jogos, o time preto ainda se mostrava forte na marcação e decisivo no ataque. Já o Real Migué buscava sua segunda vitória para entrar na zona de classificação. O empate acabou sendo melhor ao Migué, já que o Maestria, na luta pelo acesso via grupo, acabou ficando agora 5 pontos atrás do líder Entre Amigos, que tem um jogo a mais, e se viu superado pelo Unidos (12 contra 11 pontos).
 
O primeiro chute do Maestria foi de Dri, que foi levando pela esquerda, limpou Oliver para dentro e bateu. A bola passou perto da trave esquerda. Depois dessa tentativa, o jogo ficou muito truncado. Então, Dri chutou lá de trás, a bola estava rasteira no canto direito, mas Denis estava ligado e fez a defesa.
 
Infelizmente, o jogo ficou nessa pegada de vai, não vai até os 15 minutos, quando Alê experimentou um chute forte de trás, a bola desviou em Zamba, o que matou o goleirão Bona e fez a bola morrer no ângulo direito. 1 x 0! Em resposta, o Maestria sofreu falta no meio de quadra, bem na marca do shoot out, já era a quarta do Real Migué. Dois jogadores na barreira. Dri bateu direto no ângulo direito e o arqueiro foi buscar.
 
Depois, Pedro Henrique estava reclamando de sofrer uma falta, a arbitragem disse que ele fez a falta e deu cartão amarelo para o atleta do Real Migué. Bola parada na altura do shoot out, mais para a direita. A quinta do Real Migué, que cometeu algumas faltas no ataque. Dri bateu, a bola desviou na barreira e foi para escanteio.
 
O Maestria vinha tentando chegar com o toque de bola tradicional, mas como estava atrás no placar, demonstrava mais nervosismo do que costumeiramente. Foi aí que o Migué deu a brecha. Caio do Val foi disputar uma bola com Oliver e sofreu a sexta falta. Shoot out para o Maestria! Soga foi para a bola, deu um toque nela, olhou para Denis e bateu colocado no canto esquerdo para deixar tudo igual aos 24 minutos. 1 x 1!
 
As equipes foram para o intervalo e Bologna foi bater um papo com esse repórter que vos fala, reforçando a importância de Charbel e a falta que ele faz ao time, sem falar em Papinha, que está a dois jogos sem atuar pelo Maestria. Pô, Papinha, cadê você?!?!
 
Logo aos 2 minutos da etapa final, Bologna saiu errado pela esquerda. Ele acabou chutando a bola em cima de Guto, que saiu de frente para Bona e chutou no canto direito, colocando o Real Migué na frente novamente. 2 x 1!
 
O Real queria mais. Falta pela esquerda, Guto cobrou para trás e achou Oliver que chutou no ângulo direito, mas Bona defendeu para escanteio. Em resposta, Dri pegou a bola e foi fazer um giro pelo meio, mas acabou tomando uma entrada de Stier, que tomou amarelo. Zamba foi para a bola e bateu por cima do gol.
 
Em seguida, Guto recebeu no meio sozinho, bateu no gol e Bona fez uma bela defesa. O próprio camisa 9 tentou completar de cabeça, mas o goleirão saiu socando a bola para frente e afastou o perigo. Guto ainda ficou reclamando com a arbitragem, dizendo que ele deu um soco na cabeça dele. Em seguida, Oliver recebeu na direita, achou Rennan no bico esquerdo da área, que bateu e Bona fez mais uma boa defesa. Na jogada seguinte, o goleiro do Maestria foi excelente. Primeiro pegou um chute de Chris e deu sobra no pé do próprio atleta do Real Migué, mas depois, ele se jogou na bola para travar o segundo chute de Chris! 
 
Aos 14 minutos, Dri recebeu na esquerda e, de onde ele estava, experimentou de longe. A marcação do RM deu um leve espaço e ele bateu no canto esquerdo, sem chances para Denis. 2 x 2!
 
Depois, aos 18 minutos, veio a virada do Maestria. Soga estava dentro da área fazendo o pivô, esse soltou na esquerda para Buza bater na saída do goleiro no cantinho esquerdo, no único espaço que tinha entre o arqueiro e a trave. 3 x 2!
 
O Maestria estava fechadinho tentando segurar o resultado, já o Real Migué ia com tudo. Então, Alê arriscou chute do meio da rua e Bologna estava no meio do caminho para tirar a bola para lateral. Na sequência, a defesa dos garotos de preto estava tão certinha que o Migué mudou a estratégia e passou a cavar faltas, pênaltis, qualquer coisa para chegar no resultado, mas a arbitragem não marcava nada e o pessoal do Maestria só chutava bola para frente esperando o jogo acabar.
 
Quando Stier cobrou lateral para Rennan da esquerda para o meio, esse chutou, a bola pegou na trave direita e não entrou. Em seguida, Alê foi levando pelo meio e acendeu do meio de quadra, a gorduchinha passou perto da trave esquerda. Toda essa pressão do Real Migué deu certo aos 28 minutos. Alê achou Guto lá na frente, perto da trave esquerda. Ele virou e bateu no canto direito. Defesa do Maestria vacilou deixando o atacante sozinho. Tudo igual! 3 x 3!
 
O Maestria lamenta o empate no fim e o Real Migué comemora o golzinho salvador no minuto final. Agora, o Maestria encara o Ponta Esquerda e o Real Migué pega o Napolean.
 
Ficha técnica
 
Maestria 3 x 3 Real Migué – 6ª rodada da VI Copa Estrelato
 
Gols: Soga, Dri e Buza (M); Alê e Guto (2) (RM)
 
Cartões amarelos: Ítalo (M); Milani, Stier e Pedro Henrique (RM)
 
MVPs: 1 – Soga (Maestria), 2 – Guto (Real Migué), 3 – Dri (Maestria)

Comentários

Total (0)