Notícias  » Jogos

CARACA, DOSLESK

       

Doslesk sai na frente, leva a virada e transforma desvantagem em triunfo no segundo tempo
Que jogo, que é isso! O equilíbrio entre Manchester Cirrose e Shakhtar doslesk mereceu o enredo que teve: nove gols, duas viradas, bonitas jogadas, e atuações desequilibrantes de Bakker por um lado e Matheus pelo outro - abrilhantaram ainda mais o 5 x 4 shakhtariano. Não dá para dizer que o Cirrose tinha o jogo na mão, mesmo quando vencia por dois de diferença, mas o fato é que o alvi-azul não teve forças para manter o placar e sucumbiu em um espaço de 6 minutos, em que viu o adversário se reconstruir e levar os três pontos.
 
O primeiro chute do Cirrose veio em uma cobrança de falta sofrida por Bakker pelo lado direito de ataque, perto da linha de shoot out. Fabio espalmou a cobrança de Bakker! O Cirrose parecia mais ligado para chegar com perigo. Luis teve seu passe interceptado por Bakker, que obrigou Fabio a fazer nova defesa!
 
Depois dos sustos, o doslesk começou a trocar passes um pouco melhor. Aos 5’, Silas desarmou Farah na direita defensiva e tocou no meio para Pedro. Ele mandou um foguete de longe, a bola bateu na trave direita e nas costas de Rodney para morrer no fundo das redes! 1 x 0! Dois minutos depois, o Cirrose parecia que ainda estava sentindo o golpe. Matheus desarmou Bakker, puxou contra-ataque pela direita e bateu cruzado, mas para fora! Os alvi-azuis responderam no contra-ataque. Pedro perdeu a bola para Fê. Bakker puxou contra-ataque pela direita, cortou para o meio e bateu para fora! Aos 9’, Luis tocou na direita para Raul, que bateu para defesa do goleiro do Cirrose!
 
Aos 12’, Matheus interceptou o passe de Marino, puxou o contra-ataque e tocou na direita para Pedro, que disputou a bola com Fê, levou a melhor e tocou rasteiro para Matheus aparecer dentro da área, ampliando a vantagem! 2 x 0!
 
As oportunidades continuaram aparecendo para o Shakhtar, mas Matheus não venceu Rodney outra vez e Luis mandou para fora depois de uma cobrança de falta. O Cirrose foi tentando voltar para o jogo. Vitinho recebeu na esquerda defensiva e arriscou de longe. Fabio pulou no cantinho esquerdo e espalmou! No minuto seguinte, Padua cobrou lateral da direita para Farah. Ele tocou para o meio e Bakker mandou um chutaço no ângulo esquerdo de Fabio! Que golaço, meus amigos! 1 x 2! No lance seguinte, Matheus perdeu bola para Vitinho, Padua puxou o contra-ataque pela esquerda e tocou no meio para Bakker. Chute rasteiro defendido por Fabio! O Doslesk vacilou de novo na saída de bola e, dessa vez, o Cirrose aproveitou. Bakker cortou o lançamento de Luis, Padua não conseguiu manter o domínio e Farah apareceu na ponta direita para ficar com ela. Fabio saiu do gol e Luis se posicionou em cima da linha, mas ninguém conseguiu impedir o chute do cirrose 11, que bateu na trave direita e morreu no fundo do gol! Tudo igual! 2 x 2!
 
O empate parecia um placar mais justo para a partida pela produção ofensiva parecida das duas equipes. O Shakhtar, porém, sentiu mais o impacto dos gols do Manchester do que o contrário e, por isso, pediu tempo. E já voltou atacando depois. Boa chance aos 18’, quando Luis tocou para Silas, que achou Matheus no meio. Ele achou um belo passe para Pedro na ponta direita, dentro da área. Assim não, Pedro! Cavadinha bonita, mas a bola foi para fora! Na sequência, Bakker tentou o passe e Silas fez o corte. Pedro puxou contra-ataque pelo meio e bateu de longe. Rodney conseguiu espalmar! Padovan teve o rebote na esquerda em boa posição e mandou para fora! No lance seguinte, quase tivemos um gol contra! Fê lançou da defesa e Luis se meteu para desviar a bola. Acabou batendo na trave!
 
A próxima jogada dos lesks merecia o gol. Se entrasse, disputaria um dos mais belos da IX Copa Estrelato. Matheus recebeu na direita, deu uma caneta indescritível em Turra e tocou para Tibor bater no cantinho esquerdo de Rodney. Defesaça do goleiro alvi-azul! Aos 21’, Farah tocou para Turra, que bateu de longe para defesa de Fabio! No minuto seguinte, Pedro tocou para Luis, que deixou na esquerda para Matheus. Ele fez o lançamento dentro da área para Silas, que não tocou de cabeça para defesa de Rodney!
 
Não foi só o doslesk que fez jogada nível Puskás. Ou quase isso. O Cirrose também produziu aos 23’, quando Marino cobrou lateral da esquerda para Padua. Ele chapelou bonito Tibor e, na hora da finalização, deu uma furada monumental! O equilíbrio gostoso do primeiro tempo deixava a esperança de que a etapa final poderia ser ainda melhor.
 
E foi mesmo! O Cirrose já chegou assustando no primeiro minuto. Farah cruzou da esquerda e Bakker cabeceou do segundo pau por cima! O Doslesk respondeu aos 2’. Matheus desarmou Fê, puxou o contra-ataque e bateu colocado para defesa de Rodney! Os alvi-azuis proporcionaram um momento tiki-taka aos 3’. Marino ficou com a bola na direita da defesa, tocou para Guti, que deixou com Fê. Ele encontrou Léo na esquerda, que serviu a bola para chute rasteiro de Farah. Fabio defendeu com o pé! No lance seguinte, Guti tabelou com Farah, bateu no cantinho esquerdo e a bola raspou a trave! Mais pressão alvi-azul! Marino tocou para Bakker na direita. Ele cortou para o meio e deixou para Léo bater na esquerda e Fabio defender! Resposta do Shakhtar! Raul passou por Marino, tocou na direita para Luis, e recebeu em boa posição pelo meio. Léo apareceu na hora H para travar o chute e impedir o que prometia ser uma boa finalização! Aos 4 minutos, Marino roubou a bola de Sandro e tocou para Padua, dentro da área, vencer Fabio e virar o jogo para o Cirrose! 3 x 2!
 
O time de Manchester voltou endiabrado para o segundo tempo e continuou assustando. Bakker roubou a bola de Matheus, driblou Luis, puxou para a direita e bateu. Fabio espalmou para escanteio! Padua foi para a cobrança e mandou para Bakker, que chegou finalizando para fora! O Shakhtar não é qualquer adversário e deu um susto no adversário para mostrar que ainda não estava vencido. Marino errou passe, Matheus nem quis saber e chegou chutando pelo meio. Raspou a trave!
 
Querendo empatar, o Shakhtar subiu a marcação enquanto o Manchester trocava passes na defesa. Primeiro Farah e depois Fê, até Léo receber na esquerda e tocar à frente para Bakker, que puxou para a esquerda e bateu no cantinho direito do goleiro! 4 x 2! O alívio da vantagem por dois gols durou pouquíssimo. Dois minutos depois, aos 8’, Pedro cobrou lateral da esquerda e Tibor chegou completando de primeira, mandando no canto esquerdo de Rodney! 3 x 4!
 
A intenção do Shakhtar era manter a pressão para empatar. Conseguiram rápido! Aos 11’, Matheus tocou para Raul bater no cantinho esquerdo de Rodney e deixar tudo igual! 4 x 4!
 
Foi impressionante ver a vantagem, construída com grande esforço pelo Cirrose, ser derretida em três minutos pelo doslesk. E deu para ver que os alvi-azuis sentiram o golpe. Silas cobrou lateral da direita, Vitinho cortou para o meio e André chegou batendo bonito, de primeira, para defesa de Rodney!
 
Aos 13’, começou a jogada que daria a virada e a vitória para o doslesk. Tudo começou com Padovan tocando na direita para Raul. Pedro recebeu na direita e tocou no meio para Luis, que soltou rápido na ponta esquerda para Padovan cruzar rasteiro. Pedro estava dentro da área para encher o pé e bater alto e forte, estufando as redes! Virada fenomenal do Shakhtar! 5 x 4!
 
O Cirrose pediu tempo e voltou com Vitinho recebendo de Farah e batendo de longe para defesa do goleiro do Shakhtar! No lance seguinte, Silas cobrou lateral da direita, Padua tentou cortar, mas Padovan impediu. Pedro pegou a sobra na direita e bateu para defesa de Rodney! Aos 19’, Matheus fez boa jogada de contra-ataque e Fê o parou com um carrinho duro. Dispensa da partida, e folga no próximo compromisso! O mi mi mi se instaurou em campo e Messias também ganhou sua baixa e um fim de semana de lazer com a família!
 
O tumulto não ajudou em nada o MC, que não conseguiu se restabelecer em termos ofensivos para buscar o empate, só voltando ao ataque com um cabeceio sem perigo de Marino aos 22 minutos. Luis e Matheus ficaram mais espertos e cresceram defensivamente pelo lado do Shakhtar, que gerou uma chance dois minutos depois a partir de um lateral cobrado da direita por Raul. André recebeu, girou e bateu para fora!
 
Para apimentar ainda mais os minutos finais, Matheus foi mais um agraciado por sair aos 27’ e ter o próximo fim de semana para arrumar seu guarda-roupas. No minuto seguinte, quase veio o empate! Léo tocou na direita para Marino, que passou no meio para Vitinho. Ele girou, bateu rasteiro e parou na defesa do goleiro!
 
A vitória foi a primeira do Shakhtar doslesk, que subiu para a quarta posição do Grupo B. Seis das sete equipes do grupo têm 3 pontos após o fim da 2ª rodada. O Cirrose, por outro lado, conheceu sua primeira derrota. Agora ocupa a segunda posição e pega o Livingpool, lanterninha e única equipe zerada, na próxima rodada. O doslesk enfrenta o líder Pegada Sinistra.
 
Ficha técnica
 
Manchester Cirrose 4 x 5 Shakhtar doslesk – 2ª rodada do Grupo B da IX Copa Estrelato
 
Gols: Bakker (2), Farah e Padua (MC); Pedro (2), Matheus, Tibor e Raul (Sd)
 
Cartões amarelos: Farah (MC); Matheus, Silas e Luis (Sd)
 
Cartões vermelhos: Fê e Messias (MC); Matheus (Sd)
 
MVPs: 1 – Pedro (Shakhtar doslesk); 2 – Matheus (Shakhtar doslesk); 3 – Bakker (Manchester Cirrose)

Comentários

Total (0)