Notícias  » Jogos

UM MINUTO DE SILÊNCIO

       

Lokomotiv humilha Madruga, faz nove e pega o Bacana nas quartas
Para todos os atletas, torcedores e simpatizantes do Real Madruga, aceitem as condolências do Chuteira de Ouro. O Lokomotiv destroçou o Madrugão, matou e enterrou a equipe na quadra 10, decretando luto na Prata, e acabando com o ano de 2019 do RM. Não é difícil encontrar motivos para a derrota, pois uma série de fatores, que somados, acabaram com o sonho dos azuis de chegar à Ouro, já no começo de 2020. Atuações desastrosas, desfalque de jogadores e mentalidade frágil, contribuíram para uma tarde vexatória do Madruga. O Lokomotiv, por outro lado, demonstra a força da esquadra, e chega com moral para pegar o Bacana, de olho em uma vaga nas semifinais.
 
Começo de embate, e o Madruga demonstrou força, mesmo com os desfalques. Rafão dominou a redonda no campo ofensivo, girou para o centro e arrematou, mandando entre as pernas de Garga. 1 x 0! Contudo, foi a única coisa que a equipe comemorou, durante todo o confronto. E nem durou tanto tempo assim. Cerca de dois minutos depois, Felipe Moura cobrou escanteio pela direita, Anderson subiu e testou, como manda o figurino, para baixo, sem chances de defesa. Tudo igual! 1 x 1!
 
Não demorou muito, e o Lokomotiv foi tomando conta do duelo. O gol da virada foi questão de tempo. João Paulo apareceu com liberdade pela direita e tocou à frente para Felipe Moura, que arriscou e guardou. 2 x 1! O Madruga ainda tentou igualar o marcador. Cainho dominou na ponta direita e descolou bom passe para Ornelas, que dentro da área, finalizou, parando em Garga.
 
Com a rápida virada no placar, o Lokomotiv ficou muito à vontade em quadra, jogando um futebol mais solto, sem a responsabilidade de correr atrás no marcador. Em cobrança de falta pelo lado esquerdo do campo ofensivo, Dennis mandou um petardo, levando perigo ao rival. Depois disso, o que se viu em quadra foi um show de horror, protagonizado pelo Madruga.
 
Marquinhos disparou em velocidade pelo meio e rolou na esquerda para Anderson, que finalizou de primeira. Cesão foi mal no lance, espalmando a redonda pra dentro. Que vacilo! 3 x 1! Pouco após, João Paulo progrediu pela esquerda, encontrou espaço e arrematou. No meio do caminho, a pelota desviou na marcação, matou Cesão, e morreu no barbante. 4 x 1!
 
Com a posse da bola no campo defensivo, Zaron entrou na própria área, e quase na linha do gol, tentou driblar Neto, que realizou o corte, o suficiente para a bola entrar. Um dos lances mais bizarros já protagonizados no Chuteira. O que é isso Zaron???? Ninguém conseguiu entender até agora. 5 x 1!
 
Mal sabia ele que o pior ainda estava por vir. Zaron, novamente, foi tentar sair jogando no campo defensivo, mas entregou o melão de graça para Romão, que deu um toque rápido, deixando Neto livre, dentro da área. Com liberdade, o atacante empurrou pra rede. 6 x 1! Depois do gol, o madruga 10 se retirou imediatamente de quadra. Que fase!
 
Não demorou muito e a juizada encerrou o primeiro tempo. O Lokomotiv DESTRUIU o Madruga, com sonoros seis gols. É bem verdade que o Real estava com vários desfalques, mas a equipe entrou com uma mentalidade ruim em quadra, e com diversos erros individuais, estava sendo presa fácil para o Loko. E ainda restavam mais 25 minutos ...
 
Logo no início da etapa final, o Atlético fez mais um. Corner cobrado da ponta direita por Romão, a redonda chegou na intermediária para Juninho, que disparou, e contou com nova falha de Cesão. A torcida madruguense (formada pelo suspenso Zé e por Léo Voador, este goleiro de ofício fazendo inveja ao professor Caique) já repetia as falas de Galvão Bueno, dizendo: “E lá vêm eles de novo! Olha só que absurdo!”. 7 x 1!
 
O jogo perdeu bastante em intensidade, e o Madruga até conseguiu chegar ao ataque. Yama enfiou na direita para Ornelas, que avançou e finalizou, mas viu Garga jogar para escanteio. Rafão dominou na ponta esquerda, girou sobre a marcação e arriscou. Garga, mais uma vez, fez a intervenção. Pouco após, Cainho roubou o melão na frente, avançou, ficou sozinho contra Garga, mas acabou errando o alvo.
 
Nada dava certo para o Madrugão, e para piorar, o Loko fez mais um. Felipe Moura apareceu pela direita, e com muita liberdade, deu um tapa na entrada da área até Anderson, que livre de marcação, mandou pra dentro. 8 x 1! Se você, leitor(a), acha que acabou, está completamente enganado(a). Felipe Moura disparou em velocidade pela ponta esquerda, e com muuuuito espaço, ajeitou o corpo e bateu com tranquilidade. 9 x 1!
 
Depois disso, os aurinegros começaram a trocar peças importantes do time, com o intuito de poupar seus atletas. O duelo perdeu em intensidade, e até o fim do jogo, pouca coisa aconteceu. Apita a juizada para encerrar a peleja. Vitória fácil do Lokomotiv, demonstrando a força da agremiação. Os lokos avançam às quartas para enfrentar o Bacana. Alerta de jogão no próximo sábado!
 
Ficha técnica
 
Lokomotiv 9 x 1 Real Madruga – Oitavas de final do XXII Chuteira de Prata
 
Gols: Anderson (3), Felipe Moura (2), João Paulo, Neto (2) e Juninho (L); Rafão (RM)
 
Cartão amarelo: Yama (RM)
 
MVPs: 1 – Anderson (Lokomotiv); 2 – Felipe Moura (Lokomotiv); 3 – Neto (Lokomotiv)

Comentários

Total (0)