Notícias  » Jogos

QUEM SEGURA O DANONIGHT?

       

Danonighters passam por cima dos Oscuro, goleiam de novo e seguem favoritos
Danonight e Oscuro já era, em tese, o confronto mais desequilibrado nos prognósticos. Isso porque, com quase 40 gols anotados na primeira fase, o Danonight passou por cima de todo mundo e se tornou o grande time até aqui do Chuteira 100|Chuteira 5. Dentro dos 50 minutos, mesmo desfalcado de K10, os laranjas contaram com Caio Mena e Gagol, inspirados, para golearem o Oscuro - pior campanha entre os oito classificados. 
 
A peleja começou disputada nos primeiros instantes. Logo no primeiro domínio de bola, Gagol conseguiu girar em cima da marcação dentro da área e finalizar, mas Gian estava atento para fechar o ângulo. Na sequência, Gu tentou finalizar de bico com a canhota e ganhou lateral. Ele mesmo foi pra bola, um dos fortes do Oscuro na competição, e levantou na medida para Fá. Não sei o porquê, nem como, mas ele não conseguiu colocar força na bola e perdeu uma chance de ouro pra abrir o marcador! 
 
Desde o princípio víamos um Danonight querendo mais a posse e buscando encontrar os espaços através de passes rápidos. Caio Mena, Mahana e Mama eram os que mais participavam. Até os cinco minutos, todavia, o Oscuro teve suas chances. Não bastasse a de Fá. Gu ajeitou de cabeça na frente do gol para Caioba, que não tocou na bola antes de Johnny por um número de chuteira! Quem não faz, toma! E foi logo depois desse lance que, novamente trocando bons passes, Gagol e Mama tabelaram com qualidade na esquerda, até a bola ficar à feição na canhotinha de Gagol e ele não perdoar! 1 x 0! Saía na frente a laranja mecânica! O gol claramente já trouxe mais confiança aos jogadores, que não tinham muito medo de tentar passes de maior grau de complexidade e jogavam soltos. 
 
Fá tomou carga nas costas de Mama e foi derrubado com falta na meiuca. Gu pegou a redonda com toda a pinta, mas bateu um belo de um field goal! O jogo esfriou bastante. Com o 0 x 1, o Oscuro precisava se expor e partir pra cima, cedendo alguns espaços que não se viam quando a peleja estava 0 x 0. Isso sem falar em alguns jogadores sentindo o peso de já estarem perdendo. Após linda invertida de bola de Fá, Milo estava livre para dominar, mas o joelho atrapalhou, Guigou roubou a bola e ainda meteu a experiência de cavar a faltinha, resultando em amarelo para Milo. Que fase do Oscuro! 
 
Mesmo controlando o jogo, o primeiro tempo não era um mar de oportunidades para o Danonight. Muito pelo contrário, o placar ainda era magro. Em uma das boas arrancadas de Caio Mena, Milo se jogou na trajetória da bola e os jogadores ficaram desesperadamente pedindo toque na mão (o que provavelmente geraria o 2° amarelo de Milo), mas a juizada mandou seguir, já que ela caiu com Mama. O danonight 11 se confundiu e acabou passando a bola entre Caio Mena e Gagol. desperdiçando chance clara. Logo na sequência, entretanto, mais um gol com a assinatura do Danonight! Trama belíssima pelo lado esquerdo, bola passando por Mama, tocada rapidamente por Zeppini e finalizada com muita qualidade por Calove, cruzada! Belo gol do Danonight. 2 x 0! Mesmo sem tanto volume de finalização, a equipe era bem segura atrás e, naturalmente, construía o placar. 
 
Sorte a deles também que a ofensividade do Oscuro se limitava basicamente a Gu. Ele tentou novo chute de canhota, mas o desvio amorteceu e caiu nas mãos de Johnny, sem perigo. Na resposta, dessa vez foi Calove que serviu Zeppini no meio, mas a finalização passou perto do gol de Gian, tirando suspiros da torcida. 
 
Depois do tempo técnico pedido pelo Oscuro para tentar corrigir as falhas, quase saiu o terceiro gol do Danonight! Depois de um bate e rebate daqueles dentro da área do Oscuro, Gagol tocou no cantinho e viu Gian, que estava caído, esticar o braço e fazer uma defesa espetacular! 
 
Com o tempo passando, o Danonight gostava muito do 2 x 0 e só ia na boa. O Oscuro corria muito, mais uma vez com um batalhão de reservas, mas pouquíssimo incomodava a essa altura. Lipe era um dos que mais procurava a bola, mas errando muitas coisas que tentava. Em bola mal passada por ele, inclusive, Quintal deu um chute meio torto da ponta esquerda e Gagol tentou meter a cabeça na bola, sem direção. 
 
O tempo foi passando e, já perto do apito final, o Danonight também resolveu dar outra paradinha na peleja. Na volta, o único quase chute foi o de Lipe, que nem chegou a ir na direção do gol de Johnny, bem bloqueado. Bela marcação do Danonight. Foi assim que terminou o primeiro tempo. 2 x 0 Danonight! 
 
No recomeço, os laranjinhas voltaram a todo o vapor em busca de liquidar a fatura. Caio Mena fez uma lindíssima infiltração, levou pra canhota e viu Decão ir pra bola, mas tirar a mão, mesmo em dúvida se essa bola entraria ou não. Essa foi pela rede do lado de fora mesmo. 
 
Caioba era pouco inspirado ofensivamente, mas ele foi fundamental em um corte feito no contra-ataque adversário. Caio Mena iria deixar Gagol na cara de Decão, não fosse a presença do 45 do Oscuro! Entretanto, com apenas três minutinhos jogados e com um jogo ainda indefinido, veio a pá de cal em cima do Oscuro. Caio Mena estava na intermediária ofensiva esquerda, olhou pra área e deu aquela cavada arrastada do chão buscando Gagol na área. A bola saiu fechada demais e Decão utilizou-se novamente do golpe de vista, achando que a bola pegaria no travessão ou fosse para fora. Caiu no gol! Simplesmente! 3 x 0! No português claro: gol cagado! 
 
Se quando você está ganhando já é chato tomar um gol desses, quando esse gol basicamente te elimina, naturalmente te derruba. E o time do Oscuro ainda foi valente. Lipe e Gu conseguiram rara tabelinha no entrelinhas do Danonight, mas novamente o lance não foi sequer finalizado no gol. O Danonight também tinha outras armas. Já com Fidel no gol, o arqueiro fez uma ligação direta primorosa com Gagol na ponta direita. O danonight 99 foi carregando até pertinho do gol e tentou o chute por baixo de Decão. A bola até passou pelo goleiro, mas ficou a centímetros de entrar!
 
Cada vez mais solto em quadra, o Danonight jogava fácil. Cavada de Caio Mena para Calove, que encontrou Mama livre na esquerda. Ele poderia ter dado mais um passe para Quintal, mas optou pelo chute e mandou à esquerda. O Oscuro já praticamente sabia que virar esse jogo seria quase impossível e as poucas oportunidades eram em bolas paradas. Zeppini fez falta em Caioba, que deu a bola para Gu tentar ganhar moral. Não deu em nada. Lipe se enrolou inteiro, Caio Mena saiu trabalhando fácil, inverteu a bola para Gagol, que foi devolver e deu curta. O próprio Lipe vinha voltando e ficou com a pelota. Penteou pro lado esquerdo, foi levando e bateu bem na bola. Fidel pegou bem com o pé! 
 
Mesmo ganhando “só” por 3, naquele momento do jogo parecia que o Danonight queria consagrar alguns jogadores que ainda não haviam marcado, como Quintal e Mama, principalmente, o que às vezes não era a melhor opção. E o jogo foi seguindo nessa toada por alguns minutos, até entrarmos nos dez minutos finais. Perto disso, após uma briga bacana de Leozin pela bola, Caioba chutou mascado e ela ficou com Telo, cara a cara com Fidel, só tocar no canto e anotar o gol de honra do Oscuro. 1 x 3! Será que ainda dava? A resposta foi imediata e não foi em uma dose só. Primeiro, Caio Mena fez o golaço que estava merecendo. Costurou por dentro e finalizou, entrando na área, no ângulo direito de Decão. Golaço. 4 x 1! O gol foi menos de um minuto depois do gol oscurense, freando qualquer possibilidade de reação. 
 
Ainda deu tempo de Gagol chegar ao hat trick. E o segundo gol dele veio em grande estilo. Caio Mena meteu um lançamento quase que de dentro da sua área na cabeça de Gagol, que só deu uma casquinha tirando das mãos de Decão. É, meus amigos! 5 x 1! Quando Gagol ainda comemorava o quinto gol, Mama tocou a bola pra ele e, cheio de confiança, só levou pra canhota e fuzilou! Incrível! 6 x 1! Tudo que não entrou antes, entrou agora. E a grande verdade é que foi um resultado esperado. 
 
Ainda tivemos mais uma chance ou outra dentro de quadra, mas já com aquele desânimo contagiante do lado do Oscuro. E quase que o próprio Quintal entregou a paçoca ainda. Ele foi brincar na defesa, perdeu a bola para Lipe e Fidel ainda teve tempo de fazer uma defesa espetacular! No cantinho! 
 
Guigou também queria o dele, mas a bola não queria mais entrar. E não só a dele. Após mais um lançamento na direção do gol, Decão saiu DE NOVO da bola, mas essa pegou na trave, voltou nele e saiu pra escanteio! Quase o sétimo. Mas foi só isso. Final de jogo! 6 x 1 Danonight e vaga garantida para enfrentar o Real Migué nas semifinais já amanhã (24) à noite! O Oscuro, que venceu o Grupo C da edição anterior da Copa Estrelato, se despede do Chuteira 100|Chuteira 5 com apenas uma vitória em seis jogos, precisando rever algumas coisas. 
 
Ficha técnica
 
Danonight 6 x 1 Oscuro – Quartas de final do Chuteira 100|Chuteira 5 
 
Gols: Gagol (3), Caio Mena (2) e Calove (D); Telo (O)
 
Cartões amarelos: Calove (D); Milo (O) 

MVPs: 1 - Caio Mena (Danonight); 2 - Gagol (Danonight); 3 - Guigou (Danonight)

Comentários

Total (0)