Notícias  » Jogos

PELA MADRUGADA!

       

Real Madruga tem boa atuação coletiva, deslancha no segundo tempo e goleia o Catimba
Catimba e Real Madruga abriram os trabalhos da chave B com um duelo de oito gols. Para quem pulou a matéria e viu o placar na ficha técnica, deve ter pensado que foi fácil. Mero engano. A peleja teve certo equilíbrio com os catimbeiros jogando de igual para igual e buscando o empate no começo da etapa complementar, porém, o vice-campeão do Chuteira 100 l Bronze não resistiu e viu a madrugada deslanchar nos 10 minutos finais para construir a goleada por 6 x 2. Melhor estreia para um time que não disputava a divisão prateada desde as oitavas de final de 2019 (foi atropelado pelo Lokomotiv, ler aqui), impossível.
 
Fezão, Pelé, João Paulo, Cesinha, Assump, Alemão e Guedes (sim, aquele) iniciaram o embate pelo Catimba. Já o Madrugão começou sua trajetória com Carioca na meta, Zé, Gus, Cesão, Cainho, Fiore (aquele mesmo) e Ornelas para tumultuar a zaga adversária. Início de partida e as duas esquadras alternaram bons momentos ofensivos. Pelo corredor direito, Alemão ligou Guedes, que preparou um petardo teleguiado, mas Carioca voou para fazer um DEFESÃO sobre a meta. A resposta azul surgiu no passe de Cesão para Zé, chute desviado na zaga e o primeiro escanteio da partida. O lance seguiu, Cainho levantou no meio da aglomeração e Zé desviou sem marcação para fora.
 
Aos poucos os catimbeiros foram tirando o peso da estreia e a envolvente troca de passes deixou a turma azul parada no tempo com João Paulo acionando Cesinha e Carioca precisou interceptar o míssil. A zaga despachou o perigo. Alívio, porém, por pouco tempo. Aos 13 minutos, falta contra a defesa do Madrugão e o professor colocou o ‘pequenino’ Jaílson como membro da barreira. Que arma secreta, hein! No entanto, a strategy não surtiu efeito e Assump cobrou com veneno no canto esquerdo de Carioca. O Catimba larga na frente! 1 x 0!
 
O RM não se abateu e teve reação imediata um minuto depois. Zé arriscou de longe e Fezão bateu roupa na frente de Caíque, que tentou tirar do arqueiro, sem sucesso e milagre do camisa 24, porém, Barriga ensinou como se faz e apenas cutucou no canto direito. Duelo empatado e será que vai esquentar até final? 1 x 1!
 
O Catimba parou o jogo logo em seguida, mas poucas emoções na reta final do período. A equipe do defensor Pelé bem que tentou retomar a vantagem, mas tanto Digão quanto Feijão não aproveitaram o presente dado por Assump e erraram o alvo. Por sua vez, o Madrugão aguardava o espaço para contragolpear, e eis que veio nos acréscimos. Flavinho atirou da esquerda e Fezão se atrapalhou para executar a defesa (faltou aderência na luva, meu filho!), a pelota ficou pererecando e o gigante de 5m Jaílson pegou a sobra para cutucar de calcanhar praticamente em cima da linha. Hala Madruga! 2 x 1!
 
 A segunda etapa começou com os dois lados partindo para trocação, com direito ao Catimba empatar a disputa. Bola de pé em pé, defesa azul tonta e Cesinha inverteu para Digão na direita. O camisa 7 dominou, cortou para o meio e devolveu o presente para Little Cesar finalizar colocado no canto direito de Carioca. Com menos de um minuto, tudo igual no score. 2 x 2! Na ofensiva seguinte, contra-ataque puxado por Assump, Cesinha apareceu em velocidade, chute traiçoeiro e o arqueiro madrugueiro precisou intervir. A zaga despachou o perigo e o lado azul estava nas cordas.
 
Depois do susto, o RM tomou conta da peleja e um verdadeiro bombardeio contra a meta catimbeira. Zé limpou a marcação, preparou e apontou o tiro, mas Fezão segurou sem dificuldade. Em seguida, nova trama azul, Seco tumultuou na ala esquerda, Pelé ficou na saudade e passe para Cainho preparar o cruzamento, mas Guga evitou o que seria o terceiro tento madrugueiro. Para fechar a trinca, outra vez Seco fazendo fumaça pelo corredor central, Zé recebeu e atirou em cima de Fezão, o rebote ficou com Gus, que carimbou a trave esquerda, recuperou a rebarba e levantou para Ornelas emendar uma bicicleta, mas concluiu para fora. Que pressão, amigos!
 
O tempo passava e mesmo com o Real Madruga pressionando, a bola não entrava e a sensação era de que teríamos o primeiro empate da competição. Com dificuldades para atacar, o Catimba foi perdendo rendimento e o adversário praticamente selou a vitória em dois minutos. Aos 16, Flavinho avançou pelo flanco canhoto, deu uma bela assistência para Caíque bater em diagonal e vencer Fezão no canto esquerdo. 3 x 2! No giro seguinte, a enfiada de Japa rasgou a cozinha catimbeira e encontrou Flavinho pronto para finalizar entre as canetas do guarda-redes 24. Madrugão a poucos minutos da vitória. 4 x 2!
 
João Paulo tentou recolocar o Catimba na disputa após receber o passe de Assump, mas o RM estava faminto e liquidou a fatura em dois ataques. Carioca fez a reposição para Zé na direita, que encontrou caminho livre para Cainho disparar, dividir com Fezão e correr para o abraço. 5 x 2! Por fim, Zé organizou a trama na proximidade da área, o baixinho Fiore preparou o pivô e deu um passe de efeito para o pirulão Jaílson cutucar na saída do goleiro e mostrar que os grandalhões são habilidosos. Belo golo! É pessoal, a mimosa deitou! 6 x 2!
 
Por pouco não saiu o sétimo tento nos descontos com Cesão atirando um míssil venenoso, Fezão desviou, o melão explodiu no poste e pingou em cima da linha. Embora a galera azul reclamasse de que a esfera tinha ultrapassado a risca fatal, o lance seguiu e os tios decretaram o fim do espetáculo.
 
Boa estreia do Madrugão, que entrou numa chave cascuda e deixou para trás um postulante à classificação para o mata-mata. Organizado e letal, a turma azul poderá sonhar com voos altos nesta edição prateada. Ao Catimba, há tempo para recuperação e o plantel terá um bom tempo para articular um plano e seguir na briga pelas primeiras colocações.
 
Ficha técnica
 
Catimba 2 x 6 Real Madruga – 1ª rodada do Grupo A do XXIII Chuteira de Prata

Gols: Assump e Cesinha (C); Barriga, Jaílson (2), Caíque, Flavinho e Cainho (RM)

Cartão Amarelo: Mion (C)

MVPs: 1 – Zé (Real Madruga); 2 – Cainho (Real Madruga); 3 – Assump (Catimba)
 
 

Comentários

Total (0)